segunda-feira, 11 de maio de 2009

Como o Sri Lanka não mete judeus ao barulho


Pelo menos 6.500 vítimas civis desde o início do ano. Mais de 300 mortos durante o fim-de-semana, incluindo cem crianças. Desproporção total entre o poder do exército cingalês e os rebeldes tamil, confinados a menos de 5 quilómetros quadrados. Desprezo total do governo aos apelos internacionais para um cessar-fogo. Expulsão de jornalistas e diplomatas.

Número de posts inflamados na blogosfera nacional sobre o assunto? Comparações com o Holocausto? Apelos a boicotes diplomáticos? Sugestões de 'conspiração budista internacional'?

Zero, ou quase zero. Há causas mais nobres que outras, há vítimas mais vítimas que outras.

Sem comentários: